Pura contradição: em ato pró-democracia, manifestantes pregam “ditadura proletária”

15/06/2020

Uma bandeira (foto em destaque) chamou a atenção em ato contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a favor da democracia, na tarde deste domingo (14/06), na Avenida Paulista, em São Paulo.

Com os dizeres "Em defesa da revolução e ditadura proletárias", manifestantes que, em tese, são favoráveis à democracia, pregavam um regime de exceção.

No cartaz, segurado por dois jovens, a mensagem era atribuída ao Partido Operário Revolucionário (POR), organização revolucionária brasileira criada em 1953 e inspirada em Leon Trotsky, um dos principais líderes da Revolução Russa de 1917.

O termo "ditadura do proletariado" foi usado pelos idealizadores do marxismo, Karl Marx e Friedrich Engels, em suas obras, no século XIX, para indicar o poder das classes trabalhadores e sobreviveu neste domingo na Paulista. O POR não tem registro na Justiça Eleitoral, ou seja, não existe formalmente como partido. Também não tem representação no Congresso.

Fonte:Metrópoles