Pré candidato a prefeito de Parnarama é preso acusado participar de uma quadrilha que falsificava diplomas de curso superior

06/08/2020

A prisão do professor Jacobe Almeida, aconteceu na na manhã desta quinta-feira( 06), quando o mesmo estava chegando na Panificadora Ideal, no centro de Timon.

Segundo a polícia civil de Timon, Jacobe Almeida é acusado de participar que uma quadrilha de falsificadores de diplomas de curso superior, golpe esse que fez várias vítimas pelo Brasil.  

Ainda segundo a polícia civil, o professor Jacobe se uniu a paranaense Karina Sousa Correia( Instituto Qualifique e Consultoria - ICQ ), e a Márcio Fabrício da Silva, e o trio passou a promover cursos de nível superior  na Amazonas sem a devida autorização do MEC,lesando  várias pessoas que pagaram pelos curso. Alguns não receberam o diplomas e outros receberam diplomas falsificados, sem validade.

Além de Jacobe, Karina Sousa Correia foi presa no Paraná e Marcio Fabrício está foragido.

A prisão do mesmo  é temporária com duração de 05 dias. Caso a polícia do Amazonas peça a preventiva, o mesmo será recambiado para aquele estado.

O professor Jacobe Almeida é pré candidato a prefeito pelo PT na cidade de Parmarama.