Popularidade de Bolsonaro mexe com alianças eleitorais no Rio e em São Paulo

23/08/2020

O aumento na popularidade do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) modificou as expectativas políticas para as eleições de 2020. As principais chapas do Rio e de São Paulo são afetadas pelos movimentos do chefe do Executivo nacional, que têm se reaproximado do PSL, sigla que o elegeu em 2018.

Eduardo Paes (DEM-RJ) negocia com o PSL e se apresenta como opositor ao atual prefeito, aliado de Bolsonaro, Marcelo Crivella (Republicanos-RJ). Já em São Paulo, Marcio França (PSB) abriu uma crise entre partidos de esquerda que são aliados, após aparecer em um evento ao lado de Bolsonaro.

A movimentação nos bastidores está se fortalecendo após diálgos de Bolsonaro com o PSL . A aprovação do presidente está em 37%, segundo o Datafolha. O registro é o maior desde o início do mandato.

Fonte: Último Segundo