Vídeo:Pai é o principal suspeito de ter estuprado e engravidado filha de 11 anos no interior do Piauí

27/08/2019

Uma menina de 11 anos de idade pariu um menino prematuro, aos seus meses de gestação, sendo que o progenitor pode ser seu próprio pai. A criança, segundo denúncias da madrasta, estaria sendo abusada sexualmente por Hélton José Nascimento. O fato aconteceu no município de Luís Correia, litoral do Piauí.

A diretora da escola, em que a menina está matriculada, disse que foi descoberta a gravidez quando a criança brincava e caiu e expôs a barriga. Disse ainda que o pai era visto agarrado e beijando a filha de forma estranha.

Já a madrasta Tânia Maria informou que já desconfiava e que, inclusive, Hélton passou a dormir na sala e flagrou a menina vindo de lá com comportamento suspeito. Helton mudou de comportamento quando sua ex-esposa entregou a criança aos cuidados do pai. Segundo Tânia, depois disso, Hélton deixou de dividir a cama com ela e passou a dormir na sala.

A criança passou mal na escola, perdendo líquido e foi levada ao hospital, onde deu à luz a um menino pesando oitocentas gramas. A criança passa por cuidados médicos no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA).

Na noite de ontem (22/08), o pai da menina e suposto avó do recém-nascido estava no hospital. Naquele momento, quando o repórter Hílder Monção buscou esclarecimentos junto a Hélton, ele fugiu. Segundo o delegado de Luís Correia João José Pereira Filho, o JJ, há materialidade do estupro de vulnerável e o pai é principal suspeito do crime.

Fonte:Portalcostanorte