Na Câmara de Vereadores de Timon teve o maior bafafá, o presidente descumpriu o regimento interno e expulsou um vereador do plenário, só faltou o chicote!

30/10/2017

A Câmara Municipal de Timon foi palco na manhã desta segunda-feira(30) de um grande bafafá, movido pela lei da ditadura e pelo desejo do presidente daquela casa legislativa mostrar para os presentes que lá quem manda é ele, que coisa né!

Vítima, vereador Tuá, autor do autoritarismo, vereador presidente Uilma Rezende.

Tudo começou pelo fato de hoje ser um dia de sessão ordinária e o regimento da casa  não permite realização de audiência pública nos dias de sessão.

A mesma foi aberta pelo presidente, mas no mesmo minuto  foi encerrada e deu inicio a uma audiência publica do Procon do Maranhão, isso chateou o vereador Tuá, que viu o regimento interno ser rasgado naquela hora.

Tuá pede uma questão de ordem e então começa o bate boca entre Uilma Rezende e Tuá.

Movido pelo autoritarismo, Uilma  resolveu então expulsar do plenário seu companheiro de base, Tuá. que queria apenas que se respeitasse o regimento interno.

"Peço para Vossa Excelência se retirar, se retire da sessão, se retire da sessão vereador", disse o presidente da Câmara, vereador Uilma Resende com o vereador, Tuá sai do local fumaçando e seguido por vários vereadores que resolveram ser solidários a companheiro expulso.

Quem presenciou o comportamento do presidente da Câmara Municipal de Timon, ficou abismado com tamanho autoritarismo e falta de respeito para com seu companheiro vereador. 

Os mais linguarudos chegaram a dizer que não vai ser surpresa o presidente, vereador Uilma chegar na Câmara com um chicote na mão.