Mulher admite ter matado namorado para se casar com o próprio pai

17/10/2020

Amanda Michelle Naylor McClure, de 31 anos, se declarou culpada durante seu julgamento, na Virgínia Ocidental (EUA), por ter assassinado e desmembrado o namorado, John Thomas McGuire, 38 anos. O crime brutal ocorreu em 2019.

Presa há um ano, Amanda admitiu no tribunal que contou com ajuda do pai e da irmã para dar cabo de John. Porém, teria sido o pai de Amanda, Larry McClure, 55 anos, o responsável por comandar o crime.

De acordo com o site Aventuras na História, o homem teria ciúmes extremos das filhas e não permitia que elas se relacionassem com ninguém. Ele estava preso após acusações de abuso sexual.

As meninas foram criadas por pais adotivos, mas quando Larry saiu da prisão decidiu juntar a família. Entretanto, descobriu que Amanda tinha um namorado. O plano dele se resumia em matar o rapaz para se casar com a própria filha.

O crime ocorreu na casa da família. John teria passado dias sob tortura, até que Amanda o matou com o pai e a irmã, e juntos enterraram o corpo no quintal. Contudo, o desenterraram para desmembrá-lo e o enterraram novamente em uma cova atrás da residência.

Após o crime, Amanda e Larry viajaram até outra cidade, onde oficializaram a união. Ela foi condenada a 40 anos de prisão neste mês. O homem recebeu prisão perpétua.

Já a irmã de Amanda ainda é investigada - as autoridades tentam descobrir o grau de participação dela no assassinato. A audiência ocorreu de forma virtual e contou com a presença dos pais adotivos de Amanda e de Karen Smith, mãe da vítima.

Fonte: Metrópoles