Mãe e namorada são presas após espancarem e torturarem bebê no PI

02/11/2019

A mãe de uma criança de 1 ano e 7 meses e sua companheira foram presas pela Polícia Civil do Piauí na sexta-feira (1º), acusadas de torturar a bebê que está internada em estado grave no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Elas foram presas em casa, no município de Parnaíba, e não tiveram as identidades reveladas.

As suspeitas haviam fugido após deixarem a criança no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde afirmando que ela havia caído. As duas mulheres foram encaminhadas para a Central de Flagrantes de Parnaíba, uma delas acabou confessando as agressões. Segundo ela, a motivação seria por que a criança 'chorava demais'.

A assessoria do HEDA informou que a criança deu entrada com alguns hematomas e deficiências respiratórias, o que acarretou na intubação. A menina foi transferida para o HUT no Samu Aéreo, onde foi diagnosticada com traumatismo craniano grave e internada na UTI pediátrica, sedada e entubada.

O caso está sendo investigado pela delegada Fernanda Novais.

Fonte: Portal Costa Norte