Jovem é sequestrado e morto após fazer apologia a facção criminosa no Piauí

17/10/2020

No início da manhã desta sexta-feira (16), a Polícia Civil de Alto Longá localizou o corpo do jovem Pedro Henrique, de 20 anos, que estava desaparecido desde o dia 5 de outubro após ser sequestrado por uma facção criminosa que atua na cidade. A suspeita é que o rapaz tenha sido sequestrado por membros da facção "Bonde dos 40" após fazer apologia a facção rival do PCC nas redes sociais.

O delegado Paulo Nogueira, titular da Delegacia de Alto Longá, confirmou que o corpo do rapaz foi encontrado enterrado em um terreno por volta das 6h40. "Foi identificado o local, fizemos um trabalho de campo e não o encontramos, aí fizemos um trabalho de investigação. A gente não pode entrar em detalhes, mas ele foi encontrado em um local bem distante do local que estávamos procurando inicialmente", relatou o delegado.

O local foi isolado pela polícia e o cadáver do jovem será encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) de Teresina para o trabalho da perícia. Ainda não se sabe como o jovem foi morto.

Entenda o caso

Um jovem de 20 anos identificado como Pedro Henrique foi sequestrado por membros de uma facção criminosa no centro da cidade de Alto Longá, distante 81 km de Teresina. O sequestro ocorreu durante a tarde de segunda-feira (5). Segundo o delegado Paulo Nogueira, titular da delegacia de Alto Longá, a principal suspeita é que o rapaz tenha sido morto após fazer elogios a uma facção rival no aplicativo de mensagens Whatsapp.

"A gente presume que o rapaz fez apologia a uma facção e infelizmente na cidade já tem um foco ligado a outra facção. Eles se incomodaram, o sequestraram e levaram ele para um bairro mais isolado. Nós da polícia não temos dúvidas de que ele foi assassinado, até porque há outros indícios que comprovam isso, inclusive testemunhas que ouviram o jovem pedindo socorro e que ouviram disparos de arma de fogo no local", relatou o delegado ao GP1.

Fonte: GP1