Imperatriz empata sem gols com o Remo em sua estreia no Brasileirão Série C

25/08/2020

O Imperatriz finalmente estreou no Campeonato Brasileiro da Série C, na noite desta segunda-feira, diante do Remo, no Frei Epifânio. Porém, estreia sem gols. A partida foi marcada por muitas chances criadas, por ambos os lados. Mas nem o Cavalo de Aço e o Leão, conseguiram abrir o placar durantes os 90 minutos. Imperatriz somas seus primeiros pontos no torneio, enquanto o Remo perde os 100% de aproveitamento e também a liderança do Grupo A.

Primeiro Tempo

Nos primeiros 45 minutos, o Cavalo de Aço até deu liga no ataque, mas pecava nas finalizações, seja por força ou pontaria. Mesmo jogando em casa, a equipe colorada sentia dificuldades em sair tocando a bola. O Leão, por sua vez, foi melhor e criou chances mais claras de gol. Explorou muito o lado direito da equipe maranhense, e teve até chance de abrir o placar logo aos dois minutos, mais Eduardo Ramos desperdiçou.

Segundo Tempo

Imperatriz x Remo; Campeonato Brasileiro Série C

Imperatriz x Remo; Campeonato Brasileiro Série C (Foto: Vagner Grigorio / Coluna do Futebol)

Na etapa final, o Imperatriz inverteu o controle da partida, que antes era do Remo. Tomou a inicitativa nos primeiros minutos, e conseguia ser mais efetivo na construção de jogadas até o gol. Chegou a marcar com Ramon Baiano, aos nove minutos, mas juíz marcou irregularidade no lance. O Remo chegava esporadicamente ao ataque no segunto tempo, mas nas raras oportunidade, ainda sim era mais assertivo que o time maranhense. Chegou a balançar as redes também, com Eduardo Ramos. Mas juíz marcou toque de mão no lance.

Como fica?

Com o resultado, o Imperatriz ocupa a 8ª colocação do Grupa A, com apenas um ponto somado. Já o Remo cai para a segunda posição, com sete pontos, mesma pontuação do agora líder Santa Cruz, que ganha no saldo de gols pró

Agenda

Na próxima rodada, o Imperatriz vai visitar no sábado (29), o Santa Cruz, no Estádio Arruda, em Recife-PE. O Remo recebe no domingo (30), o Vila Nova, no Estádio Mangueirão, em Belém-PA.

Fonte: G E MARANHÃO