Com chances minúsculas de se reeleger, vereadora Claudia Regina deverá ser mais uma que desistirá de buscar um novo mandato

13/06/2020

A situação politica da vereadora Cláudia Regina está mais que ruim e as chances da mesma se reeleger são minusculas, praticamente não existe. Tudo isso porque para um partido eleger um vereador deverá atingir o coeficiente eleitoral  de 4.500, previsto para esse ano e no partido da mesma essa possibilidade praticamente não existe.

Como a mesma não conseguiu organizar seu partido PV e lá além de ter um número reduzido de pré candidatos a vereador, somente ela deverá ter uma boa votação, caso tenha coragem de tentar o suicídio politico. Os outro pré candidatos do partido com certeza terão uma votação pra lá de pífia, 

 Em 2016, Cláudia foi eleita com  1551 votos. Baseado nessa votação, caso a vereadora tivesse os mesmos votos nessa eleição, sera necessário que os outros pré candidatos somem juntos o total de 2 999 votos e Isso é praticamente impossível. Os números e a qualidade dos pré candidatos mostram isso.

Segundo informações de uma fonte próxima da vereador Cláudia Regina, a desistência dela é praticamente certa e a mesma já prepara um plano "B" que é colocar o filho dela, Júnior Rodrigues para disputar o mandato de vereador.

Júnior Rodrigues e Cláudia Regina
Júnior Rodrigues e Cláudia Regina

Júnior Rodrigues é estudante de direito e atual presidente do PV de Timon.

Ainda segundo essa fonte,  a vereadora Cláudia tem consciência de sua pouca chances para conquistar um novo mandato e devido isso já mandou seu filho cair em campo em busca de divulgar o nome dele e conquistar alguns seguidores para o mesmo.

Ela deverá inventar um motivo para alegar sua desistência. Mais o motivo mesmo é porque ela sabe que as chances da mesma se reeleger são praticamente Zero