Após se aliar ao coronel Schnneyder, Helber Guimarães apunhala Socorro Waquim e começa a demitir aliados dela

07/04/2020

A demissão de Francisco Borges do cargo de diretor legislativo da Câmara Municipal de Timon está sendo vista como uma apunhalada pelas costa . O autor foi o vereador Helber Guimarães, presidente daquela casa legislativa e a vítima foi a vereadora Socorro Waquim.

Francisco Borges era uma indicação de ex-prefeita.

O objetivo é enfraquecer o grupo da ex-prefeita, e claro fortalecer o grupo do coronel. Quem assume o lugar de Borges é um dos membros do Republicanos, ex vereador Talles Waquim, que já foi presidente daquela casa.

Não custa nada lembrar que no período da eleição da Câmara Helber recebeu todo apoio de Socorro Waquim, que sempre esteve ao lado dele. Chegou a ser convidada por um grupo de vereadores para ser a candidata a presidente. A mesma recusou pois já tinha firmado apoio a Helber

Há que diga que Socorro responde processo porque lutou pela eleição de Helber. 

Não custa nada lembrar que enquanto Socorro defendia o atual presidente, o pré candidato a prefeito Coronel Schnneyder levou muita policia para impedir a realização da sessão de eleição da Câmara.

Veja abaixo o que disse uma aliada de Socorro Waquim. 

Segundo informações repassadas por uma fonte ao cozinhandoogalo.com, a pedido de Schnneyder nos proximos dias mais servidores indicados pela pré candidata a prefeita Socorro Waquim serão demitidos por Helber e nos lugares do demitidos serão colocados aliados do coronel.

A ex-prefeita que ajudou criar um leão para comer ela, está sentindo de perto o gosto da traição e sendo apunhalada por aquele que ela tanto ajudou.