Após a união fracassada, Alexandre Almeida e Socorro Waquim serão adversários e poderão trocar acusações e ofensas em 2018

04/06/2017

Após o fracasso da união entre o deputado Alexandre Almeida e a vereadora Socorro Waquim, que aconteceu em 2016 nas eleições em Timon e que não evitou Luciano Leitoa derrotar as oposições em Timon, Alexandre e Socorro serão adversários nas eleições de 2018, os dois disputarão mandato de deputado estadual, ou seja brigarão pelos votos dos Timonenses.

Como já é normal na politica um adversário falar do outro, é claro e evidente que os dois vão trocar acusações e ofensas, ou seja um vai criticar o outro, tudo isso em busca do voto.

A quem diga que pode acontecer até uma famosa lavagem de roupa suja entre ambos, devido alguns problemas que aconteceu na união dos dois políticos de Timon.isso nas eleições que os dois juntos forão derrotados, para muitos um grande humilhação para a oposição. 

O grupo de Alexandre tem culpado Socorro Waquim pelo fracasso,já o grupo de Socorro não para de dizer que Alexandre foi o maior culpado pela derrota.

Como os dois estão sonhando na prefeitura em 2020, tudo pode acontecer, até um tentar desqualificar o outro para tentar evitar a vitoria nas próximas eleições de 2018, enfraquecendo para a disputa pela prefeitura.

Os dois já trocaram criticas e acusações em eleições passadas, pois ambos conhecem muito bem politicamente um a o outro e sabem até muitos segredos politicos.