Antes de morrer a criança Alanna sofreu muito, ela foi estuprada, espancada e amarrada

03/11/2017

De acordo com a policia, o autor do crime contra a menina Alanna Ludimilla Borges Pereira, de apenas 10 anos, usou de requintes de crueldade, ele estuprou, espancou com muita violência,  amarrou os braços e depois enterrou o corpo coberto de sacos plásticos transparentes e a cabeça com um saco preto.

A pericia ainda vai comprovar se ele foi enterrada viva.

De acordo com a mãe, a criança ficou sozinha em casa enquanto ela participava de uma entrevista de emprego.

O corpo da criança foi encontrada nesta sexta-feira (3),  ela foi enterrada no quintal da própria casa, em Paço do Lumiar.

O padrasto da menina, Robert Serejo Oliveira, é o principal suspeito, ele está foragido e já teve prisão decretada.