Abandonados pelo presidente e pelo vice, candidatos do PP de Timon foram isolados e colocados no time "esqueceram de mim"

11/11/2020

Quem ver o comportamento da cúpula maior do PP de Timon nem imagina que o partido tem candidatos a vereador na cidade de Timon, que o empresário Ramon Alves, presidente e seu filho vereador Ramon Júnior, vice presidente , até antes de colocar na cabeça de algumas pessoas que acreditam em conversas bonitas , que a finalidade do partido era eleger vários vereadores e crescer a sigla em Timon. Tudo não passou de "Conto da carochinha"

A primeira demonstração que os candidatos a vereador foram enganados se deu quando o vereador Ramon Júnior não iria para a reeleição. A decisão começou a enfraquecer o projeto de crescimento da sigla.

Se já não bastasse o coice, depois veio o tombo. Presidente, vice presidente do partido decidiram deixar de lado os candidatos do seu partido e resolveram apoiar a candidata Alynne Macedo(PSD). Para aumentar o abandono pai e filho decidiram também engajar na campanha o secretário geral do partido, Raimundo da padaria.

Como pai e filho são ligadíssimos e cabos eleitorais do presidente estadual, deputado Fufuca, a atitude de ambos que caracteriza infidelidade partidária, não vai abalar ambos no comando do partido em Timon. Quem vai ficar no prejuízo mesmo são os candidatos que acreditaram nas bonitas palavras do pai e do filho. 

Segundo informações obtidas pelo cozinhandoogalo.com, revolta é o que não falta entre o candidatos a vereador do PP, que foram enganados, abandonado e colocados no time "esqueceram de mim" .Ou seja estão sem qualquer tipo de apoio e com chances praticamente zero de conquistar uma cadeira na Câmara de Vereadores de Timon.