Vídeo,“Nós fomos só pegar o dinheiro dele, mas ele resistiu e nós furamos ele. Eu furei na barriga e em cima do peito” disse um dos menores que matou o taxista em Teresina

24/01/2017

O sub comandante da Rone (Ronda Ostensiva de Natureza Especial), major Cléber Bezerra Silva, disse que o adolescente de iniciais D.S., de 15 anos, confessou que assassinou o taxista Francisco Hélio da Costa Silva, de 38 anos, com três golpes de faca na noite de segunda-feira (23).

O major disse que às 06h30 desta terça-feira (24), foi informado da localização do suspeito e que a família telefonou para avisar que o jovem teria participado da morte do taxista.

Cléber Bezerra informou que D.S. foi apreendido em sua casa no Loteamento Nova Bela Vista III, próximo ao local do assassinato do taxista. Ele afirmou que o adolescente não reagiu a apreensão e que estava dormindo e contou quem foi o coautor do crime, que também é um adolescente, com idade entre 14 e 15 anos.

"D.S. e o outro adolescente são amigos de escola e ele confessou que tentaram assaltar o taxista e o esfaquearam. D.S. disse que o taxista falou que iria pegá-los, mas acho que é mentir, só para justificar o crime. Ele disse que depois do crime, fugiram", declarou o major Cléber Bezerra.

O major disse que os adolescentes foram praticar o assalto para conseguir dinheiro e manter o vício de drogas.

Um vídeo que circula nas redes sociais, mostra o menor acusado de assaltar e matar o que assassinou o taxista Francisco Hélio da Costa Silva, de 38 anos, com três golpes de faca na noite de segunda-feira (23), no Conjunto Bela Vista III, na zona Sul de Teresina, sendo conduzidos por policiais para a Central de Flagrantes.

Nas imagens, o menor de iniciais D.S, de 15 anos, confessa a autoria do crime e diz que sua intenção era apenas assaltar o taxista, mas segundo o menor, a vítima teria resistido e por isso acabou desferindo as facadas contra Francisco. "Nós fomos só pegar o dinheiro dele mesmo, mas ele resistiu e nós furamos ele. Eu não furei ele sozinho não, furei na barriga e em cima do peito", revela.

Ainda na gravação, o adolescente conta que não agiu sozinho e que não foi o único responsável por todos os golpes que atingiram o taxista. O menor ajudou a polícia a prender o coautor do crime, outro adolescente de 14 anos

Fonte: Meionorte.com