Vídeos, se não ganharem cargos na mesa diretora vereadores de oposição de Timon vão seguir o caminho da abstenção

30/12/2016

Os vereadores de oposição no total de 06, concederam na última quinta-feira(29) uma entrevista coletiva para a imprensa, a reunião que teve inicio por volta das 10:30hs na casa amarela, localizada na avenida Teresina.

O objetivo principal da coletiva foi anunciar que a decisão tomada pelos seis vereadores foi se abster do processo eleitoral que vai reconduzir o vereador Uilma Rezende para a presidência da Câmara Municipal de Timon, a alegação dos oposicionistas é de que eles não terão nem um cargo na futura mesa diretora. no entendimento dos vereadores de oposição isso é um desrespeito ao regimento interno da Câmara Municipal.

Antes de tomarem a decisão de seguir o caminho da abstenção os mesmo tentaram sem sucesso formar uma chapa para concorrer ao pleito , o candidato a presidente seria o vereador eleito Herique Junior, mas como o mesmo desistiu depois de dizer sim ficou impossível a formação da chapa.

Indagados pelo Galo, se a decisão de ambos não poderia ser interpretada pela população como um ato de tumultuar(bagunçar) a vereadora eleita professora Socorro respondeu que não, e a decisão é uma forma de não concordar com a  forma que está se conduzindo o processo eleitora na Câmara Municipal.

Vereadores eleitos Francisco Torres e Socorro Waquin, explicando aos presentes a decisão e os motivos

Vereador eleito Adão da Ceasa

Vereador eleito Ramon Junior

Vereador eleito Anderson Pêgo