Mulher morre após contrair bactéria durante relação sexual com o namorado

27/07/2017

Uma mulher morreu após contrair uma bactéria que come carne humana em West Midlands, Reino Unido. Segundo investigações da polícia, Katie Widdowson, 23 anos, durante o ato sexual com o namorado, ele decidiu amarrá-la na cama. No entanto, ao fazer isso, o pulso da jovem sofreu uma torção é um pequeno corte próximo ao pulso, o que a fez sentir muita dor.

Ao correr para o hospital, os médicos logo a dispensaram e deram alguns analgésicos para amenizar a dor. No dia seguinte, no entanto, o braço dela começou a ficar preto e com vários de hematomas. Ela, então, voltou para o hospital. Mas já era tarde demais! No caminho, Katie sofreu um ataque cardíaco e morreu.

Os médicos legistas diagnosticaram que uma bactéria que come carne humana entrou no organismo da jovem a partir do machucado do braço adquirido durante a brincadeira na hora do sexo. "As investigações mostram que faltou uma assistência básica para a mulher. Se ela permanecesse no hospital, certamente isso não iria acontecer", disse Emma Brown, a assistente forense que cuida do caso.

Os pais estão inconsoláveis com a morte da jovem, que tem um filho. "Eles chegaram em casa, fizeram sexo e, horas depois, ela mandou uma foto para Dean mostrando que o pulso doía muito. Se tivessem tratado Katie corretamente, isso não teria acontecido", disse Trish Widdowson, mãe da vítima.