Governo do Estado é condenado pela justiça a pagar 100 mil a dois filhos de um presidiário que morreu em hospital, com direito a pensão mensal

23/06/2017

 A justiça do Piauí através do juiz João Gabriel Furtado Baptista da 2ª Vara dos Feitos da Fazenda Publica, condenou o governo do estado do Piauí a pagar R$ a dois filhos do detento Kleiton John da Silveira, que morreu no Hospital de Urgência de Teresina em 2014, a sentença é da última quarta-feira(21)

O estado terá que pagar ainda 2/3(dois terços) do salário minimo, a ser dividido entre os dois filhos, conrrespondente a R$ 312,33, até quando completarem 21 anos de idade ou ocorra obto dos autores- o que ocorrer primeiro

A mãe de Kleiton ingressou com ação de Reparação de Danos Morais contra o Estado do Piaui em virtude da morte do mesmo . O assaltante foi preso em flagrante no dia 12 de fevereiro de 2014 por praticar assaltos e sua prisão preventiva foi decretada no dia 14/02.

Consta na ação que mais de seis meses após a prisão, em 21/09/2014, a mãe do assaltante foi informado que ele estava doente em estado grave no Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano e que a notícia lhe causou espanto, pois até o momento da prisão o mesmo não apresentava qualquer problema de saúde.

Ela relatou que ao se dirigir ao hospital, foi informado que o filho esteve lá diversas vezes com crises hiperglicêmicas no periodo de 20a 22/09/2014 e que o mesmo recebia atendimento de urgencia e tão logo apresentava alguma melhora era enviado para a penentenciaria até outra crise e voltar ao hospital.

"Por diversas vezes a mãe de Kleiton solicitou ao diretor da penentenciaria que o mesmo permanecesse internado no Hospital Tíberio Nunes em Floriano, até que tivesse condições de de voltar ao presidio, mas seu pedido foi negado,que não houve tratamento digno pela Penentenciaria Gonçalo de Castro Lima, pois o mesmo permaneceu por mais de 06(seis) meses sem ter assisténcia nescessaria ao seu problema de saúde", diz o trecho da ação

Em 23/09/2014, o juiz da comarca de regeneração determinou a imediata transferencia do preso Kleiton Jonh da Silveira para o Hospital Penenentenciário do Estado, tendo ele dado entrada na Major Cesar por volta das 23hs30, estando acompanhado da mãe.

A mãe contou também que em 23/09/2014 o quadro de saúde do detento se agravou e ele foi levado ao hospital do bairro Satelite, na cidade deTeresina, sendo depois encaminhado para realização de exames laboratoriais de suporte mais avançado, através do SAMU ao HUT, que lá devido o risco de morte foi encaminhado para a UTI

Enquanto aguardava o hoarário de visitação no dia 24/09/2014, a mãe diz que recebeu a notícia do falecimento do filho.

Fonte:GP1