Falta de medicamentos prejudica o atendimento da UPA de Timon, lá só dão dipirona

22/04/2017

A cada dia piora o atendimento na UPA de Timon muitos Timonenses quando sentem algum problema de saúde evitam ir aquela casa de saúde devido a falta de medicamentos, pois lá só dão dipirona, em alguns casos eles acrescentam o buscopan, ou seja a situação na UPA vai de mal a pior

Em conversas com alguns fucionários daquele local que pediram para não serem identificados, eles informaram para o Galo que está ficando cada vez mais complicado trabalhar na UPA de Timon devido a falta de estrutura, de vez em quando funcionários fazem a famosa vaquinha para comprar remedio para salvar algum paciente.

Eles acrescentaram que os pequenos casos" febre, dor de cabeça, e dor no corpo" dá para resolver eles aplicam a famosa dipirona e de vez em quando o buscopan.

Os funcionários acrescentaram também que a cada dia tem aumentado o números de óbitos no local, números estes que tem sido abafados pela atual direção da UPA, senhora Ana Patricia Bringel.

Outro problema no local é a falta de médicos, constamente falta, o que propociona demora no atendimento.

Em alguns casos melhor ir na farmácia e comprar a dipirona, melhor de que ir para a UPA, muitos Timonenses que já perceberam esta grande deficiência do local, estão optando para ter em casa o dipirona ou buscopan para evitar a ida para um local que o atendimento praticamente não funciona.

O que acontece atualmente na UPA é fruto de uma má gestão, uma gestão sem conhecimento e que está lá não por ser competente mas sim por ser esposa do atual presidente da Câmara de vereadores de Timon, vereador Uilma Rezende.

Eles estando bem o povo que se ferre!