Todos da família era contra a união dos dois,ela se afastou da família por causa dele, disse a mãe da jovem morta pelo companheiro em Timon

01/11/2016

A mãe de Manoela, Jovem que foi morta pelo seu companheiro na cidade de Timon, afirmou que a família da jovem era contra a união dos dois porque existiam informações que ele espancava as mulheres com quem se envolvia, inclusive com sua ex-mulher, que quem tinha se separado antes de iniciar um relacionamento com Manoela.                                                                                                                                                                                                             De acordo com a mãe, ela se afastou até da familía por causa dele, vários foram os pedidos feitos pela mãe para que a filha deixasse ele, pedidos que não foram atendidos.

Manoela, assassinada pelo companheiro
Manoela, assassinada pelo companheiro

"Ela quis se afastar da gente, porque eu não acreditava quando ela dizia que estava 'bem'. Eu dizia para minha cunhada que não acreditava nas palavras dela. Eu fui contra quando ela foi morar com ele [Anderson]. Ela, então, se zangou comigo, brigou com meu irmão por causa dele e também brigou com minha mãe, mas ela nunca relatou nenhuma violência cometida por ele", afirmou.

Segundo ela, Manoela foi até sua casa na quinta-feira para se despedir. "Eu olhava para ela para tentar encontrar algum hematoma, mas ela nada. Na quinta-feira passada, ela veio aqui na minha casa, acho que só para se despedir da gente. Ela abraçou o irmão bem forte e aí eu disse assim 'Minha filha, eu te amo tanto. Vem morar comigo'. Ela dizia: 'Não, eu estou bem", acrescentou.

Aínda bastante abalada, ela conta que sonhou com a filha morrendo. "Ontem eu sonhei com uma pessoa correndo atrás de mim, era minha pedindo socorro contou a mãe de Manoela.

Mãe de Manoela
Mãe de Manoela

Manoela foi assassinada com várias facadas pelo seu companheiro, que depois de ter matado a mulher cometeu suicidio, os corpo forma encontados no domingo(30) pela manhã, na casa do casal localizada na avenida Luis firmino de Sousa, em Timon.                                                                                                                                                                                                                      O corpo da mulher foi encontrado ao lado da cama, já o dele estava pendurado em uma corda.