Após ser caluniado pelo diretor do Demip, vereador Ramon Júnior foi inocentado pelo ministério publico e deve processar o seu caluniador

30/04/2017

O Ministério Publico após analisar a denúncia feita pelo diretor do diretor do Departamento Municipal de Iluminação Pública de Timon (Demip), Edvar Schalcher, o "Vavá, que junto com mais três servidores daquele órgão, denunciou o vereador e o acusou de ter ido ao Demip de no dia 25 de janeiro, no momento em que ele não estava e que Ramon Júnior tinha tratado mal servidores e tentado invadir sem autorização o almoxarifado daquele departamento

Além de não aceitar a denúncia o ministério publico emitiu um Parecer, no parecer assinado pelo promotor Sérgio Ricardo Martins, fica claro que a denúncia feita ao ministério público não contém elementos que possam incriminar o vereador e que não viu o parlamentar extrapolar suas prerrogativas de vereador.

Ou seja, em outras palavras" o vereador Ramon Júnior(foto abaixo) apenas estava cumprindo seu papel de vereador representante do Povo"

Em conversa com o vereador Ramon Júnior, o parlamentar informou ao Galo que estava muito tranquilo e tinha certeza que este séria o resultado, pois ele só tinha se deslocado para o Demip para reivindicar benefícios para a população, cumprindo com sua obrigação que é representar o povo.

"Vou continuar defendendo a população, pois foi para isso que os Timonenses mim colocaram na Câmara de vereadores" disse o vereador

O vereador acrescentou ainda que foi uma grande calunia feita pelo Vavá e que vai entrar com uma ação contra o diretor, por calunia e difamação.