Após ser dopada beata é estuprada dentro de Casa paroquial de uma Igreja Católica de Teresina

12/02/2017

A Maternidade Dona Evangelina Rosa, localizada na cidade de Teresina, confirmou que o Serviço de Apoio à Mulher Vítima de Violência Sexual (Samvvis) fez exames periciais, por solicitação da Delegacia da Mulher, confirmando o estupro de uma mulher, na semana passada, em uma Casa Paroquial de uma Igreja Católica de Teresina.

O caso está sendo apurado pela Delegacia da Mulher de Teresina,os investigadores que trabalham no caso já têm o nome do acusado, mas preferem não revelarem.

De acordo comn relatos da vitima para a polícia,ela costumava frequentar com frequencia a Casa Paroquial, mas na semana passada teria pedido um copo de água e acabou adormecendo na casa de um padre. Só teria acordado no dia seguinte. Ela disse que nunca imaginava que o homem que a estuprou seria capaz de cometer o ato.

Um religioso da Igreja Católica acompanhou a beata durante a realização dos exames.

A Arquidiocese de Teresina informou, durante a tarde de domingo, que não sabia do caso de estupro em Casa Paroquial, nem em qual bairro o crime teria ocorrido.

A Arquidiocese vai esperar o resultado das investigações da Delegacia da Mulher de Teresina para se pronunciar sobre o caso, informou a Assessoria e Imprensa da instituição.